quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Gabeira neles!


Recebi de um amigo, há pouco:

"...tô arrasado, chocado com essa campanha. Nunca vi nada assim em eleição, ainda mais vindo de gente da esquerda que sempre respeitei como Jandira, aliada de toda essa corja. Olhei pra uns amigos e ficamos com os olhos cheios d'água com essa campanha imunda contra o Gabeira, dividindo a cidade em ricos x pobres, samba x mpb, morro x asfalto, branco x negro, subúrbio x zona sul... enfim, é isso".

Realmente uma dicotomia absurda e mal intencionada, onde o mal caratismo do candidatinho do Governo, que deveria se envergonhar de ter barganhado de joelhos o apoio do bêbado apedeuta lá de Brasília fica exposto em veias claras. Já era de se esperar que o Gabeira, ao falar em licitações, transparência, moralização, limpeza de quadros e ao dizer que grande parte da Câmara é composta de bandidos e assassinos causasse incômodo em muita gente, mas essa aliança espúria em torno do Dudu Upa, que vai da IURD ao PCdoB, da Jandirona ao Bispo, é de arrepiar. Atenção, cariocas! Urna não é latrina! Reproduzo abaixo trecho do Blog do Noblat:

Panfletos distorcem projetos de Gabeira


Especialistas dizem ser falsa acusação de que eles liberam crimes sexuais

De Isabel Braga e Maria Lima:

Juristas condenaram ontem o uso político, na campanha eleitoral, dos projetos do deputado Fernando Gabeira (PV) que descriminalizam a prostituição e tratam de corrupção e sedução de menores. Embora polêmicos, os dois projetos não acabam com crimes como a exploração sexual infantil e o tráfico de mulheres para fins sexuais. Os projetos não revogam os artigos do Código Penal que punem o rufianismo, o tráfico de pessoas e a exploração sexual infantil, como foi divulgado em panfletos apócrifos.

No fim de semana, panfletos com essas acusações foram distribuídos pela equipe da vereadora Liliam Sá (PR), que acompanhava o candidato Eduardo Paes (PMDB). Liliam admitiu a autoria e disse que os panfletos serão distribuídos em igrejas evangélicas.

O projeto 1.069/1995, de autoria de Gabeira, que revoga os artigos 217 e 218 do Código Penal, está pronto para ser votado em plenário desde 2001. O artigo 217 já foi revogado em 2005 e trata da sedução de menor virgem de 14 a 18 anos. O 218, em vigor, diz que é crime corromper ou facilitar a corrupção de menor de 14 a 18 anos.

Um comentário:

  1. Leonardo Estellita - lestelita@uol.com.br24 de out de 2008 11:22:00

    Isso aí Thiago! Votar em 43 Fernando Gabeira é querer dar um BASTA aos abutres do sistema político retrógrado e atrasado do Rio e do Brasil. É dizer CHEGA! Não queremos mais a política SEM ÉTICA, PALAVRA, HONRA, CARÁTER!
    A Democracia e seus representantes é para todas as crenças, ideologias, raças, sexo, idades e classes sociais, times de futebol!
    CIDADANIA É SER HONESTO CONSIGO MESMO, NA VIDA E PARA COM A SOCIEDADE. É DAR O RESPEITO A TODOS - NÃO IMPORTA O QUE SÃO OU PENSAM - POR TANTO QUE MEREÇAM SER RESPEITADOS E NÃO DIFAMADOS COM FOLHETOS APÓCRIFOS!
    A Sociedade Civil CONDENA e RECHAÇA A COLIGAÇÃO DE EDUARDO PAES e O LOTEAMENTO POLÍTICO DA PREFEITURA, a barganha entre PARTIDOS ESPÚRIOS EM ACORDOS SOMBRIOS QUE NÃO REPRESENTAM MAIS QUEM É HONESTO, QUEM PREGA A ÉTICA E ZELA PELA MORAL, SEJA EM MADUREIRA OU COPACABANA!
    CHEGA DE PROMESSAS DEMAGÓGICAS, CHEGA DE BOLSAS-ESMOLA, CHEGA DE GENTE MAMANDO NA TETA DO GOVERNO! CHEGA!
    O " SISTEMA " A SER VENCIDO SÃO ELES! DA UNIVERSAL AO PC DO B! GENTE SEM-VERGONHA E SEM ESCRÚPULOS!
    Gabeira 43!

    ResponderExcluir